SEO para Black Friday: 4 dicas para alavancar suas vendas

A melhor forma de potencializar as vendas do seu e-commerce, durante as datas sazonais, é por meio das melhores estratégias de SEO para Black Friday

Quando o calendário chega ao mês de outubro, as marcas já começam a se movimentar. É sinal de que está chegando uma das datas mais aguardadas pelo comércio: a Black Friday! Mas, quando falamos de SEO para Black Friday, o que se pode fazer para vender ainda mais?

Se você segue as boas práticas, já deve otimizar seu site com palavras-chave, títulos atrativos, códigos limpos, entre outras ações.

Mas, quando datas sazonais importantes como essa se aproximam, você pode utilizar algumas estratégias focadas nos produtos que a sua loja quer ofertar.

Por isso, trouxemos aqui algumas dicas de como otimizar sua loja virtual com SEO para Black Friday e impulsionar as vendas nessa data.

As dicas que você vai ver aqui estão no webinar apresentado pelo nosso CSO, Felipe Bazon, e promovido pelo E-Commerce Brasil. Se preferir, assista aqui:

Cenário do e-commerce no Brasil

Para iniciar a otimização da sua loja virtual com SEO, é importante antes entender como está o cenário do e-commerce no Brasil. Assim, você pode ter uma visão melhor sobre o potencial dessa data e o que você pode alcançar em termos de vendas e faturamento.

Em 2020, o comércio eletrônico brasileiro faturou mais de R$ 100 bilhões de reais ao longo do ano — um crescimento de quase 100% em relação a 2019.

É claro que a pandemia de Covid-19 alavancou esses números, mas a tendência de crescimento já era anterior à pandemia.

Mais interessante ainda é saber que 90% dessas vendas passaram por um motor de busca — sendo que a esmagadora maioria, 98%, acontece no Google. Esses dados da pesquisa State of Search Brasil 2020 mostram que o gigante das buscas deve estar nas prioridades das suas estratégias de marketing digital.

Por outro lado, uma análise dos sinais de Core Web Vitals do Google mostra que os maiores e-commerces do Brasil não oferecem uma boa experiência ao usuário. Ou seja, ainda temos muito a evoluir, mas aí você pode encontrar lacunas do mercado para destacar seu negócio com SEO.

Para isso, entenda a jornada de compra da sua persona, que deixou de ser linear como propõe o tradicional funil de conversão. Afinal, cada pessoa cumpre um caminho particular até a compra, com vários pontos de contato diferentes.

Hoje você pode acompanhar essa trajetória individual por meio dos dados e entender quais são os melhores canais para se comunicar com os consumidores.

O Google, essencial na jornada de compra, é apenas um deles e deve ser integrado a outros pontos de contato.

4 dicas de SEO para vender mais na Black Friday

Agora que você já tem um panorama sobre o e-commerce no Brasil, vamos falar sobre SEO para Black Friday e como aproveitar as datas sazonais para vender mais pela internet. Acompanhe as nossas principais dicas!

1. Aprimore a experiência do usuário

A experiência do usuário (user experience ou UX) é um fator de ranqueamento para o Google. Em 2020, o buscador incorporou ao seu algoritmo de busca as métricas do Core Web Vitals, que medem a velocidade de carregamento, tempos de resposta para cada interação e estabilidade visual da página. 

Outros fatores como a compatibilidade com mobile, o protocolo HTTPS e pop-ups não intrusivos, que já eram incorporados ao algoritmo, também avaliam a experiência na página.

Na Black Friday, é importante manter em vista esses fatores. Se o site ainda não é mobile-friendly, tem problemas de carregamento ou não utiliza certificado de segurança, é hora de corrigir isso.

A velocidade de resposta e a estabilidade do site, que fazem parte do Core Web Vitals, são essenciais para não perder vendas, principalmente nas páginas transacionais.

Vale a pena destacar que, embora as marcas queiram chamar atenção dos usuários nessa data, evite usar pop-ups intrusivos, que ocupam a tela inteira. O usuário não gosta disso — nem o Google.

2. Mapeie as tendências de busca

Fique de olho no que os usuários estão pesquisando. Mas comece a monitorar essas buscas antes do dia 26 de novembro — as pessoas começam a pesquisar produtos e preços muito antes disso.

captura de tela mostrando dados do Google Trends
Fonte: https://trends.google.com.br/TRENDS

Para isso, analise os dados do Google Trends. Muitas pessoas já fazem pesquisas com palavras-chave que utilizam o termo “black friday”.

Então, monitore na ferramenta as categorias dos seus produtos com esse termo complementar (ex.: “smartphone black friday”) e compare com outros termos (ex.: “celular black friday”).

Assim, você pode entender quais produtos estão despertando maior interesse dos consumidores, para destacá-los nas ofertas da Black Friday, e quais palavras-chave eles estão usando para encontrá-los.

3. Entenda as intenções de busca

Intenção de busca é um dos temas mais relevantes no SEO atual. As intenções revelam o que os consumidores estão querendo encontrar na internet e como você pode ajudá-los a encontrar respostas.

Na pesquisa State of Search Brasil, constatamos que as buscas por informações sobre produtos vão muito além da caixa de pesquisa do Google.

Para pesquisar preços, por exemplo, os comparadores são mais utilizados. Para ler avaliações, o Reclame Aqui se destaca.

tabela contendo dados sobre intenção de busca

Portanto, pense no SEO da sua loja para Black Friday para além do Google e do seu próprio site. As primeiras posições da SERP são essenciais para o tráfego orgânico, mas as intenções de busca levam os usuários para outros canais que trazem respostas sobre os seus produtos e sua reputação. Então, esteja lá também com uma marca forte.

Mas, invariavelmente, a jornada de compra vai passar pelo Google. Então, você pode otimizar seus conteúdos para as intenções de busca dos usuários na Black Friday.

Essas intenções podem ser informacionais, comerciais, navegacionais ou transacionais. Na Black Friday, vamos dar uma atenção especial às informacionais e transacionais, que se complementam nas pesquisas por produtos.

Buscas informacionais

Nas buscas informacionais, os usuários buscam respostas para questões, que podem incluir “qual é”, “onde é”, “como”, “por quê” e outras interrogativas. Elas formam palavras-chave de cauda longa (long-tail), que geralmente são mais fáceis de ranquear.

Uma boa estratégia para Black Friday é produzir posts de blog com “qual melhor”, que é uma das buscas mais comuns — “qual melhor tênis de corrida 2020”, por exemplo.

Mas é importante já ter uma estratégia de blog consolidada nesse tema. Se não, tende a ser difícil ranquear em pouco tempo.

A ferramenta AlsoAsked, que traz uma série de buscas, em forma de perguntas, relacionadas ao termo do seu interesse, pode ajudar a encontrar ideias. No Google Ads e no Google Search Console, você também pode investigar questões que acionam seus anúncios ou suas páginas, respectivamente.

Buscas transacionais

Já nas pesquisas transacionais, os usuários querem completar uma ação — que pode ser relacionada a uma compra, mas também a uma inscrição, visita à loja física ou telefonema, por exemplo.

O mais comum aqui é pensar em termos como “smartphone black friday”, mas você também pode usar palavras-chave de cauda longa como “qual smartphone comprar na black friday”.

Perceba que você pode misturar pesquisas transacionais e informacionais focadas em vendas. O que importa é ajudar o seu consumidor a encontrar o que ele quer.

Para aproveitar as chances de ranqueamento, crie landing pages específicas para Black Friday com os produtos que você quer vender mais. Muitos dos grandes players não estão atentos a isso, e você pode conquistar o lugar deles na SERP. Só evite criar novas páginas e URLs a cada ano, para não perder sua relevância.

4. Integre o SEO às estratégias globais da marca para a Black Friday

SEO não pode ser uma estratégia isolada. A produção de conteúdos e a otimização do site devem ser integradas às estratégias globais da marca para Black Friday, e a comunicação interna entre as equipes é essencial para isso.

O time de SEO deve saber quais são os principais produtos, ofertas e descontos para a data, bem como a linha de comunicação. Dessa maneira, você unifica a abordagem da marca para a Black Friday e fortalece suas estratégias diante do consumidor.

Links patrocinados, por exemplo, que aparecem na mesma página de resultados dos links orgânicos, precisam ter uma informação padronizada sobre os descontos. Nas redes sociais, utilize a mesma identidade visual dos conteúdos do blog.

No marketing offline, provoque os usuários a usarem o Google para buscar suas ofertas (ex.: black friday + sua marca). Essa é uma boa oportunidade para mostrar ao buscador que a sua marca é uma referência na Black Friday: quanto mais pessoas buscarem por esse termo, mais você se fortalece.

O básico é avançado

Por fim, saiba que o básico é avançado em SEO. Boa parte das dicas que demos acima podem parecer básicas para quem trabalha na área, mas muitos concorrentes não estão sequer pensando nisso.

Portanto, seguir as boas práticas de otimização já vai ser um diferencial para a sua marca vender mais na Black Friday. Agora, comece a preparar suas estratégias de SEO para Black Friday. E se precisar de uma agência de SEO, não deixe de falar com a gente.

Aproveite para ler o nosso Guia de SEO para E-commerce, que traz muitas outras dicas para levar sua loja virtual ao topo do Google!

Compartilhe esta postagem
<i class="fab fa-facebook" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no facebook
<i class="fab fa-linkedin" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no linkedin
<i class="fab fa-twitter" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no twitter
<i class="fas fa-envelope" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no email

Sobre o Autor...

Assine nossa newsletter hoje!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas

Quero receber novidades

As informações que você forneceu neste formulário permitirão que Hedgehog ocasionalmente entre em contato com você por e-mail sobre quaisquer produtos e serviços relacionados, como novos relatórios, recursos e conteúdo relevante de todo o nosso blog. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para obter informações sobre como cancelar a assinatura, bem como nossas práticas de privacidade e compromisso com a proteção de sua privacidade, consulte nossa política de privacidade.