Panorama do SEO no Fórum E-commerce Brasil 2022

Imagem mostra desenho vetorial com profissionais de marketing, em fundo amarelo

Em dois dias de evento, e mais de 15 mil congressistas, pudemos ver o panorama e principais tendências de SEO para E-commerce para este e o próximo ano

O Fórum E-commerce Brasil reuniu mais de 15 mil congressistas e 200 expositores no Transamérica Expo Center, em São Paulo, nos dias 26 e 27 de julho de 2022. Depois de dois anos sem eventos presenciais, por conta da pandemia do Coronavírus, o mercado volta a se aquecer com os eventos presenciais.

A Hedgehog Digital, uma das mantenedoras do E-commerce Brasil, esteve presente no evento com estande próprio e, também, com palestra do CSO, Felipe Bazon.

Durante o Fórum, toda nossa equipe teve a chance de conversar com congressistas, expositores, clientes e futuros clientes. Dessas conversas, percebemos alguns pontos em comum que mostram tanto o panorama do SEO para e-commerce no mercado hoje, quanto tendências para a área.

Veja, a seguir, nossos principais insights!

Tráfego pago está mostrando falhas

Durante muito tempo, os principais profissionais de SEO tiveram dificuldade em mostrar aos clientes a relevância de se investir mais em tráfego orgânico do que pago. Sabemos que o Marketing de Conteúdo é uma estratégia de médio e longo prazo, que não vai trazer resultados imediatos.

Por conta disso, muitas empresas optavam por focar apenas em tráfego pago, seja pelo Google Ads ou anúncios nas redes sociais, como Instagram e Facebook. E, obviamente, os resultados vinham com uma rapidez maior.

Mas qual a sustentabilidade desse tipo de estratégia?

Um dos pontos em comum dos congressistas que conversamos foi perceber que, ao parar com o investimento em mídia paga, o tráfego da loja virtual e do blog acabaria. Para além disso, os anúncios pagos hoje em dia não garantem nem mesmo o nome da marca nas primeiras posições.

Isso porque uma estratégia que tem se tornado cada vez mais comum é justamente a de anunciar no nome do seu principal concorrente.

Aqui, conseguimos ver o poder do tráfego orgânico. Investir em um bom posicionamento hoje, significa colher resultados por mais de ano. E isso não significa cortar os links patrocinados, mas sim começar hoje uma estratégia de SEO e, à medida que os posicionamentos orgânicos forem conquistados, fazer uma troca de prioridade alocando um orçamento maior em SEO e menor nos ads.

Conteúdo hoje, conteúdo amanhã e conteúdo para sempre

Por muito tempo, trabalhar conteúdo em páginas de lojas virtuais se mostrava um grande desafio. Não à toa, encontrávamos categorias com longas descrições sobre aquele tipo de produto, onde nem todas as informações, de fato, eram válidas aos usuários.

Essa tendência, aparentemente, se mostra caindo. Ao menos com base na percepção obtida pelo nosso estrategista de SEO, Luis Bortotti, durante o evento. 

“Foi interessante conversar com pessoas que sabiam da importância da estratégia, mas que já faziam perguntas de como entregar um conteúdo satisfatório ao cliente e que pudesse auxiliar em sua conversão.

Além desse ponto, que, inclusive, foi tema de uma das palestras (Catálogo de produtos: como produzir conteúdo dos produtos diferentes para a loja própria e marketplaces, de Tiago Campos da Veiga, da WAP), foi legal ver o interesse de pessoas em estratégias long-tail para produtos”.

O interesse dos congressistas é, basicamente, saber como definir os melhores termos e taxonomias a serem trabalhados em páginas de produtos, junto de toda a informação a ser aplicada em suas descrições.

SEO para marketplace é uma realidade

Se você trabalha vendendo seus produtos em marketplaces como Americanas, Amazon ou Magazine Luiza, certamente já se questionou como aparecer nas primeiras posições da busca.

E, assim como o Google, existem regras e otimizações que podem ser feitas dentro dessas plataformas.

O Fórum E-commerce Brasil nos mostrou que a demanda pelos serviços de otimização de marketplaces é real e muito procurado. Charles David, especialista em SEO técnico na Hedgehog, relata a busca dos participantes do evento:

“Uma das maiores perguntas que me fizeram foi: ‘Eu tenho loja no marketplace, é possível fazer SEO para minha loja?’. Essa é a maior dor de quem já trabalha com agência, mas não especializada somente em SEO. Pelo trabalho realizado ser dividido, os clientes sentem que não tem tanta atenção”.

Entender a forma com que os produtos devem ser expostos e descritos, assim como o poder das avaliações, faz toda a diferença na hora de se diferenciar de um mar de concorrentes (que, muitas vezes, estão vendendo o mesmo produto que você).

Digital PR é uma tendência para E-commerces

Segundo Carolina Peres, head de Link Building e Digital PR da Hedgehog, há alguns anos, a grande dúvida era se dava para fazer link building para lojas virtuais. Diante deste cenário, alguns erros aconteciam e isso gerava falhas no resultado final. 

O que antes poderia ser uma estratégia legal, podia trazer problemas. Ou o link tinha cunho comercial ou o link não tinha valor editorial. 

“O que deu para entender é que este cenário está mudando. Recebi muitas pessoas querendo entender mais sobre como fazer Digital PR, criar estratégias e ajudar as lojas virtuais a ganharem ainda mais relevância. 

Este é um ponto positivo, mas que assusta. Porque mesmo com tanto interesse, é preciso educar o mercado para fazer o certo. Agregar valor, trabalhar com comunicação e atender as exigências técnicas do Google é um desafio bem significativo”. 

Quem faz tudo, não faz nada

Aqui na Hedgehog Digital Brasil, temos uma crença: quem faz de tudo, não faz nada. E é pensando assim que trabalhamos apenas com SEO. De ponta a ponta: desde a auditoria e planejamento a implementação e acompanhamento, mas sempre focados no tráfego orgânico.

E esse tipo de serviço nichado, que nos permite ser especialistas no assunto, faz total diferença na hora de obter bons resultados e cases de sucesso — conforme relatou Felipe Bazon, CSO da Hedgehog:

“O fato de nos posicionarmos como agência especializada em SEO e utilizarmos o slogan ‘SEO experts’, sem dúvidas, contribui para atrair um público qualificado. Ao contrário de outros eventos, congressistas chegavam ao estande expondo suas dores com SEO. 

Na maioria dos casos, a grande dor estava relacionada aos altos custos de mídia paga e os participantes buscavam uma alternativa para equilibrar seus gastos com marketing digital.

Uma parcela dos visitantes do nosso estande relatava insatisfação com os resultados obtidos com outras agências e outros chegavam em busca de serviços específicos como Link Building, SEO Técnico e Migração de Plataforma”.

Em sua palestra, Felipe Bazon falou sobre os 6 pilares de SEO para E-commerce e como eles podem levar o usuário da intenção à conversão.

O grande foco dos 6 pilares é trabalhar, de forma multidisciplinar, os principais parâmetros considerados essenciais pelo Google para um bom rankeamento: SEO técnico, SEO on-page, criação de autoridade para o domínio (por meio de estratégias de Content Marketing, link building e Digital PR) e user experience.

Ficou interessado, e quer saber como aplicar os 6 pilares de SEO em sua loja virtual? Veja agora como a Hedgehog Digital Brasil pode te ajudar!

Compartilhe esta postagem
<i class="fab fa-facebook" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no facebook
<i class="fab fa-linkedin" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no linkedin
<i class="fab fa-twitter" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no twitter
<i class="fas fa-envelope" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no email

Sobre o Autor...

Laura Bernardes

Laura Bernardes

Laura Bernardes é Coordenadora de Conteúdo da Hedgehog Digital e especialista em Marketing e Comunicação. Formada em Jornalismo, encontrou no meio do Marketing Digital uma nova forma de contar histórias.

Assine nossa newsletter hoje!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas

Quero receber novidades

As informações que você forneceu neste formulário permitirão que Hedgehog ocasionalmente entre em contato com você por e-mail sobre quaisquer produtos e serviços relacionados, como novos relatórios, recursos e conteúdo relevante de todo o nosso blog. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para obter informações sobre como cancelar a assinatura, bem como nossas práticas de privacidade e compromisso com a proteção de sua privacidade, consulte nossa política de privacidade.