E-E-A-T Knowledge Graph update: o que mudou com a atualização do Killer Whale Update

Uma ilustração de vários desenhos como exemplo, uma cauda de baleia, uma lâmpada, um livro e ondas

O E-E-A-T Knowledge Graph Update, também conhecido como Killer Whale Update, é uma atualização do algoritmo do Google, iniciada em julho de 2023. Focada no Knowledge Graph, busca aprimorar a identificação de entidades pessoais, influenciando as classificações de busca e destacando a importância dos autores na avaliação da qualidade do conteúdo online.

O Google faz atualizações no seu algoritmo a todo momento. No entanto, alguns updates chamam mais atenção dos profissionais de SEO, porque causam mudanças mais notáveis nas classificações do buscador. Esse é o caso do E-E-A-T Knowledge Graph update.

Iniciada em julho de 2023, essa atualização é considerada por muitos especialistas como a mais impactante dos últimos tempos. A mudança focou nas informações sobre pessoas (ou entidades pessoais) armazenadas pelo Knowledge Graph, a fim de identificar melhor a sua identidade e seu nível de experiência, especialidade, autoridade e confiança.

Agora, vamos entender melhor essa atualização, como o E-E-A-T Knowledge Graph update impactou os rankings do Google e o que você deve fazer para se adaptar a essa mudança. Siga acompanhando!

O que é um Knowledge Graph?

Para entender o que é o E-E-A-T Knowledge Graph update, é importante entender antes o que é esse termo que está no centro da atualização realizada pelo Google.

Knowledge Graph é a base de conhecimento do Google, que funciona como um repositório de informações indexadas pelo buscador, como pessoas, lugares, objetos, esportes etc., bem como as relações entre elas. Também pode ser chamado de gráfico de conhecimento, mapa de conhecimento ou rede semântica.

Print da SERP pela busca de atores famosos
Exemplo de Knowledge Graph para a busca “atores famosos”

Essa expressão é usada em diversas áreas do conhecimento, como uma forma de organizar e acessar dados, de variadas origens e estruturas, de maneira mais simples e amigável. No caso do Google, os dados são expressos na SERP, a página de resultados do buscador, a cada pesquisa realizada pelos usuários.

Um gráfico de conhecimento reúne entidades do mundo real, e estabelece uma rede de relacionamento entre elas, conforme os seus significados e relações. Dessa maneira, forma-se um banco de dados gráfico, que facilita o seu uso e análise.

O que é uma entidade?

Mas talvez você esteja se perguntando: o que é uma entidade? Uma entidade pode ser qualquer coisa que funcione como um guarda-chuva para um conjunto de coisas. Professor, aluno e aula, por exemplo, são termos que podem ser reunidos na entidade escola. Lençol, travesseiro e coberta, outro exemplo, dizem respeito à entidade cama.

Exemplo de um gráfico ode mostra as atrações turísticas do Rio de Janeiro

É claro que os exemplos são simples, mas o Knowledge Graph pode trabalhar com entidades e relações mais complexas e palavras com múltiplos significados. Imagine, no caso do Google, que o sistema deve organizar todas as informações que estão na internet. Complexo, não é? Mas a tecnologia de inteligência artificial permite fazer isso em uma fração de segundo.

O que é o E-E-A-T Knowledge Graph update?

E-E-A-T Knowledge Graph update é uma atualização do gráfico de conhecimento do Google, com foco nas entidades de pessoas que ele armazena, e que afetou também a classificação dos resultados das buscas.

Considerada uma das atualizações mais impactantes dos últimos tempos, está sendo chamada também de Killer Whale (“baleia assassina”) — forma como as orcas são chamadas por serem os maiores predadores dos mares, capazes de provocar grandes impactos no ecossistema. A atualização foi lançada em julho de 2023 e teve ainda mudanças em setembro do mesmo ano.

O objetivo dessa atualização pelo Google foi melhorar o conhecimento e as informações apresentadas sobre entidades pessoais no buscador pelo Knowledge Graph. Isso permitiu ao Google conhecer melhor a identidade de pessoas e esclarecer suas funções, especialmente daquelas que criam conteúdos na internet.

Dessa forma, o Google pode aprimorar também a avaliação dos sinais de Experiência, Conhecimento, Autoridade e Confiabilidade (E-E-A-T) dos conteúdos da web, com foco nos seus autores. O E-E-A-T representa as características que o Google considera fundamentais para a qualidade de um conteúdo da web.

Flutuações na SERP

Embora seja focada no Knowledge Graph, a atualização trouxe impactos também para as classificações da busca. Segundo o Search Engine Land, não é comum um update no gráfico de conhecimento coincidir com flutuações no ranking do buscador. No entanto, o Killer Whale ocasionou essa volatilidade em grande escala entre julho e setembro de 2023.

Em setembro de 2023, a atualização foi aplicada aos resultados das pesquisas na SERP. Depois de aprimorar o conhecimento sobre pessoas, essas informações passaram a ser transmitidas ao Knowledge Panel (Painel de Conhecimento) nos resultados da pesquisa.

Ainda de acordo com o Search Engine Land, os resultados de buscas que apresentaram informações sobre alguma marca pessoal aumentaram mais de um terço (de 38% em agosto para 50% em setembro). Em relação a empresas e organizações, o número se manteve estável, o que demonstra que o foco dessa atualização foram as entidades de pessoas.

Uma observação importante é que as descrições que aparecem no Knowledge Panel sobre essas pessoas estão mais baseadas no conhecimento produzido pelo próprio Google por meio de machine learning. Anteriormente, as informações se baseavam em sites de terceiros, como Wikipedia, IMDb e sites governamentais. Agora, o Google reduziu sua dependência deles.

Como o Killer Whale update impacta o E-E-A-T de um domínio?

E-E-A-T são as iniciais das palavras Experiência, Conhecimento, Autoridade e Confiabilidade (em inglês: Experience, Expertise, Authority e Trustworthiness).

Essas características estão presentes no documento que indica as diretrizes de qualidade do Google, que orientam avaliadores humanos sobre como analisar a qualidade dos conteúdos da pesquisa do Google, bem como dos seus autores.

Isso significa que Experiência, Conhecimento, Autoridade e Confiabilidade são características que o Google espera encontrar na web. Portanto, são também atributos que as marcas devem considerar nas suas estratégias de SEO e produção de conteúdo para alcançar melhores posições na SERP.

Dito isso, de que maneira você acha que o Killer Whale update pode afetar o E-E-A-T de um site? Se a atualização é focada nas informações sobre pessoas, o Google pode conhecer melhor a identidade dos autores dos conteúdos da web. Dessa forma, pode também avaliar melhor a qualidade do que estão produzindo.

Os criadores de conteúdo são fundamentais para a qualidade do conteúdo da web e da experiência de pesquisa. A missão do Google é oferecer a melhor experiência ao usuário, então faz sentido que o buscador se dedique a conhecer melhor quem está criando as publicações que as pessoas estão consumindo.

Portanto, se o autor de um conteúdo não dá sinais de experiência, conhecimento, autoridade e confiabilidade, o Google pode rebaixar os links do seu domínio nas classificações da SERP, considerando, é claro, outros inúmeros fatores de rankeamento. Por outro lado, quem demonstra essas características pode melhorar suas posições.

Esse autor pode ser uma pessoa, empresa ou organização. Mas, como o foco do E-E-A-T Knowledge Graph update foram as entidades pessoais, então o maior impacto na SERP deve ser direcionado a conteúdos identificados com autores humanos.

Além disso, o Killer Whale também pode representar uma oportunidade de conquistar um espaço no Painel de Conhecimento. Afinal, o número de exibições na SERP de escritores, historiadores, empreendedores e outras entidades pessoais, aumentou após a atualização.

Então, se você se tornar um autor ou uma autora confiável para o Google, um pequeno resumo da sua bio pode aparecer na SERP, aumentando a sua visibilidade e notoriedade na web.

Como se adaptar à atualização do E-E-A-T?

Toda atualização de algoritmo gera movimentação no mercado de SEO e conteúdo. Isso porque as marcas querem se adaptar às exigências do Google para não perder posições nos rankings.

Porém, quem segue as boas práticas de SEO não costuma sentir as flutuações da SERP quando ocorrem atualizações. No caso do E-E-A-T Knowledge Graph update, sites e blogs que já publicam conteúdos de qualidade, cujos autores demonstram experiência, conhecimento, autoridade e confiabilidade, devem manter uma boa classificação.

Ainda assim, vale a pena reforçar algumas diretrizes de SEO para manter um bom nível de E-E-A-T, além de algumas dicas para melhorar a classificação dos seus links orgânicos no Google. Confira:

Criar conteúdo de qualidade

Se você trabalha com marketing digital, ou conta com orientações de uma agência de SEO, já deve saber: produzir conteúdo de qualidade ainda é a principal diretriz para ter sucesso no Google. Mas o Killer Whale está aí para relembrar que essa é e sempre será uma prioridade para o Google na missão de oferecer a melhor experiência ao usuário.

Mas o que significa um conteúdo de qualidade? Estamos falando de conteúdos bem escritos, completos, embasados, que utilizam fontes confiáveis, oferecem informações atualizadas e demonstram domínio do assunto.

Eles também devem ser relevantes para os usuários, responder às suas dúvidas e oferecer uma experiência de leitura agradável, sem forçar a barra para repetir palavras-chave nem estender o assunto sem necessidade. Dessa forma, o Google entende que você tem um conteúdo de qualidade.

Leia também: E-E-A-T para Conteúdo: o que você precisa saber

Desenvolver expertise no tópico

Uma das principais formas de chamar a atenção do Google e conquistar sua confiança é desenvolver a autoridade em tópicos. Chamamos essa estratégia de Topical Authority.

Nela, você deve criar conteúdos de qualidade dentro dos tópicos em que você quer se destacar. Para fortalecer um tópico, você deve criar um post pilar bem completo e embasado, com links internos para posts satélites, que sejam sobre assuntos que rodeiam o tema principal e direcionem links para ele. Assim, você responde todas as dúvidas deste tópico.

É dessa forma que se criam topic clusters, ou seja, grupos de tópicos que fortalecem o seu site para as palavras-chave que você deseja rankear. Com isso, o Google entende que você é uma autoridade nesse assunto e oferece melhores posições.

Fortalecer a reputação do autor

Como a atualização E-E-A-T Knowledge Graph foi direcionada para os autores humanos, você pode desenvolver uma estratégia para fortalecê-los. Se uma ou mais pessoas escrevem para o seu blog, você pode demonstrar ao Google que elas são confiáveis e merecem melhores posições no Google, inclusive um Knowledge Panel com uma descrição em destaque.

Para isso, entenda os autores do blog como entidades pessoais, que têm expertise e experiência em determinados tópicos, e demonstre isso por meio dos seus conteúdos. Desenvolva uma marca pessoal e eduque o Google sobre quem são, o que fazem e o que dominam.

Se você não trabalha com autoria de pessoas, dedique-se à construção da identidade da sua marca como uma autoridade. A próxima atualização do Knowledge Graph provavelmente deve ser direcionada para empresas e organizações, então você também vai ser recompensado.

Construa sua autoridade em canais próprios

Com a atualização do Killer Whale, o Google reduziu sua dependência a sites de terceiros. O Wikipedia é um dos principais sites de onde o buscador capta informações para o Knowledge Panel. Então, não deixe mais que a Wikipédia seja a principal fonte de informações sobre a sua marca, pessoal ou empresarial.

Controle a narrativa em um canal próprio, prioritariamente o seu site e as suas redes sociais, em que você pode publicar os conteúdos com a sua identidade e linguagem. Dessa forma, você controla o discurso que o Google exibe e se torna uma fonte confiável para o buscador. 

O E-E-A-T Knowledge Graph update evidencia como é importante produzir conteúdos de qualidade, atualizados e embasados. Para o Google, os autores estão se tornando cada vez mais relevantes para avaliar a qualidade desses conteúdos, por isso estão ganhando peso também nos rankings das buscas.

O que se espera a partir dessa atualização focada em pessoas é que o Google faça mudanças também em relação a entidades empresariais e governamentais. Portanto, comece a pensar também na estratégia da sua marca na produção de conteúdo.Agora, aproveite para ler mais sobre o Knowledge Panel, que já comentamos antes. Entenda melhor o que é, para que serve e como conquistar um!

Compartilhe esta postagem
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Sobre o Autor...

Felipe Bazon

Felipe Bazon

Felipe Bazon é CSO da Hedgehog Digital e um dos profissionais de SEO mais renomados do país com reconhecimento internacional. Em 2015 e 2020 foi eleito profissional do ano de SEO no Brasil. Além da vasta experiência operacional, é também orador regular em eventos como E-show, OME Expo, Des-Madrid, Digitalks, RD Summit e Brighton SEO.

Assine nossa newsletter hoje!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas

Quero receber novidades

As informações que você forneceu neste formulário permitirão que Hedgehog ocasionalmente entre em contato com você por e-mail sobre quaisquer produtos e serviços relacionados, como novos relatórios, recursos e conteúdo relevante de todo o nosso blog. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para obter informações sobre como cancelar a assinatura, bem como nossas práticas de privacidade e compromisso com a proteção de sua privacidade, consulte nossa política de privacidade.