10 insights do BrightonSEO para usar no Brasil

9 insights do BrightonSEO para usar no Brasil

O time da Hedgehog Digital Brasil conferiu de camarote os insights do BrightonSEO, um dos maiores eventos de Search Engine Optimization do mundo, e fizemos um resumo das principais tendências gringas que podem ser aplicadas no Brasil.

Se você não conhece o BrightonSEO aqui vão alguns fatos sobre o evento. 

  1. Ele começou em 2010 (sim, SEO raiz), e o primeiro encontro aconteceu em um pub.
  2. O BrightonSEO acontece duas vezes por ano, na Primavera e no Outono (abril e setembro/outubro).
  3. O BrightonSEO 2022 aconteceu no Brighton Center, um dos maiores centros de convenções da cidade inglesa, com capacidade para mais de 4 mil pessoas.
  4. O evento conta com mais de 20 palestras por dia, em 5 salas diferentes. Ou seja, mesmo estando lá é impossível ver tudo!
  5. Em 2022 o evento presencial vai ter uma reprise virtual, assim os convidados podem conferir as palestras que não conseguiram ver presencialmente.
  6. Alguns dos participantes ilustres de 2022 foram: Jason Barnard, John Mueller, Greg Gifford and so on…

Agora que você já entendeu como funciona o BrightonSEO e percebeu que os caras não brincam em serviço, mais um spoiler alert! Nosso CSO, Felipe Bazon, subiu ao palco do BrightonSEO para falar sobre como usar a intenção de busca para dominar o Google Discover, mas esse é um tema para outro post.

Vamos ao que interessa, como os palestrantes da terra da rainha e dos outro quatro cantos do mundo que se reuniram em uma praia gelada do Reino Unido, podem contribuir para as estratégias de SEO que estamos fazendo no Brasil?

A resposta é: com um ponto de vista diferente, que desafia muitas máximas do SEO defendidas por agências e clientes no Brasil, e neste post vamos falar sobre isso. Vamos desmistificar esses pré-conceitos jurássicos do SEO raiz que se perderam com a evolução dos mecanismos de pesquisa e do próprio usuário.

Fica ligado que os insights do BrightonSEO vão revolucionar suas estratégias e alavancar seus resultados. 

10 insights do BrightonSEO para colocar em prática em 2022

Nosso time anotou os principais insights do BrightonSEO 2022 para desmistificar alguns conceitos datados do SEO que não tem mais espaço em uma estratégia de marketing digital para o futuro.

1. No Follow Links e Conteúdo Sindicalizado

Muitas pessoas descartam as métricas de no follow links, bem como de conteúdos sindicalizados. Pois bem, no BrightonSEO nos contaram que esses links tem muito mais valor do que as pessoas imaginam.

Além de contribuir para a autoridade digital do seu negócio, eles fazem parte de uma estratégia de Online Reputation Management, na qual você garante um conteúdo positivo na web.

No follow links e conteúdos sindicalizados ainda contribuem para uma estratégia de link building e Digital PR por meio de uma maior diversidade de links e crescimento no número de palavras-chaves que a campanha está ranqueando.

A dica aqui é simples, não desconsidere essas métricas e faça um relatório inteligente, valorizando o impacto positivo dos resultados.

2. Google Rewrites

Se você está na lista dos profissionais de SEO revoltados com o Google reescrevendo seus textos, é hora de se acalmar.

O Google está reescrevendo os textos como uma forma de entendê-los melhor. Sabe quando a gente lê um conteúdo em voz alta, ou quando estudava para uma prova e sua mãe pedia para você resumir a matéria pra ela? É isso!

Quando o Google reescreve o seu conteúdo, significa que ele entendeu o que você disse, e reescreveu como uma forma de interpretação “pessoal”. 

3. SEO Gap Analysis

A especialista em SEO, Lidia Infante, trouxe um insight para usar os dados dos seus concorrentes a seu favor. 

Lidia propôs uma análise que vai além do Key Word Gap, muito conhecido (e utilizado) pelos profissionais da área, com foco em três pilares básicos do SEO: Técnico, Conteúdo e Links. 

Ou seja, além de analisar apenas as palavras-chave para qual seus concorrentes estão mais fortes que você, aprofunde suas buscas e entenda como os aspectos técnicos, a construção de clusters de conteúdo e entidades e os links dele estão trabalhando para reforçar cada uma dessas palavras-chave.

Com isso você terá as ferramentas para ajustar a sua estratégia no pilar onde está mais fraco e suas chances de melhorar o ranqueamento vão melhorar, e muito!

4. Conteúdo de qualidade e escalável

A gente sabe que a máxima “content is king” já deu o que tinha que dar, mas a verdade é que você ainda precisa de conteúdo de qualidade para ranquear na primeira página do Google.

E com todo o buzz ao redor do uso de Inteligência Artificial para criar blog post, achamos que era válido trazer essa dica de conteúdo de qualidade e escalável que não é nenhum bicho de sete cabeças.

A premissa é básica e segue três passos: 1. Sistematizar, 2. Padronizar, 3. Criar uma linha de produção.

Além disso, você vai precisar de um revisor/editor para fazer um double check no texto antes de publicar e de redatores talentosos e especialistas no assunto do texto.

Por fim, aposte em conteúdo que converse com as pessoas, faça com que elas sintam e resolva os problemas do usuário.

Sim, você já ouviu isso outras vezes. Mas vale a pena reforçar!

5. Reaproveitamento de conteúdo

O conteúdo é eterno, mas não é por isso que precisa ser estático. As auditorias de conteúdo estão em alta, e no BrightonSEO não foi diferente. É preciso acompanhar o conteúdo publicado, reescrevê-lo quando necessário, descartá-lo em alguns casos e muitas vezes reaproveitá-lo, dando a ele um novo propósito que faça sentido na sua estratégia de conteúdo e SEO.

É muito mais fácil reescrever, reaproveitar e re-otimizar um conteúdo que já foi publicado e indexado do que começar outro do zero. Por isso, ter uma arquitetura de conteúdo bem definida é vital para o sucesso de uma estratégia de conteúdo de longo prazo.

6. Machine Learning para Links Internos

A automação também foi tema das palestras do BrightonSEO e a Lazarina Stoy apresentou uma solução de machine learning para organizar a linkagem interna.

Se você ainda não sabe disso, os links internos são a grande aposta de SEOs ao redor do mundo. David Bain, citou links internos 48 vezes em seu manual de SEO para 2022, por isso vale a pena organizar a linkagem interna do seu site.

Segundo Dixon Jones, 82% das oportunidades de links internos são perdidas. Usando as automações propostas por Lazarina é possível entender como as máquinas leem o conteúdo e definir os melhores anchor texts para linkagem interna.

Veja mais na palestra completa!

7. Topic Cluster

Topic cluster também não é uma novidade, mas o que chamou atenção na palestra de Chima Mmje foram as dicas para construir autoridade em um único tópico.

Entre elas, começar com uma auditoria de conteúdo para analisar o que você já tem no seu site sobre o tópico, o que pode ser otimizado, combinado ou descartado.

Além disso, a especialista recomenda começar dos conteúdos satélites (menores) com palavras-chave de cauda longa que respondam todas as dúvidas sobre o tópico, e por último, escrever o conteúdo pilar.

8. Volume de busca 0

Esse, sem dúvida, é um dos meus insights preferidos! SIM, vale apostar em tópicos e palavras-chaves com zero volume de busca.

Por que?

Todos os dias, 15% das pesquisas realizadas no Google são novas, ou seja, apostar em palavras com zero volume de busca pode garantir um conteúdo que antecipa uma tendência de mercado, e quando ela chegar ficará mais fácil para você estar bem ranqueado.

Além disso, palavras-chaves de cauda longa e com menor volume de busca, geralmente, trazem resultados mais rápidos na SERP e possuem maior índice de conversão, uma vez que são mais nichadas e vão atingir o usuário certo para o seu negócio ou produto.

9. SEO Sustentável

Se você acha que a sustentabilidade não é algo que profissionais de SEO precisam se preocupar. Achou errado!

A indústria da internet é uma das mais poluentes do mundo, isso porque tudo que fazemos na web consome energia, e nem sempre essa energia é proveniente de fontes sustentáveis.

Mas como podemos desenvolver uma estratégia de SEO mais sustentável?

O BrightonSEO teve um painel com foco total em sustentabilidade e lá surgiram alguns insights bem simples de como seu site pode ser mais amigo do meio ambiente. Abaixo algumas dicas do Tom Greenwood sobre webdesign para pessoas e para o planeta:

  1. use apenas imagem que comuniquem algo, não use para preencher espaço;
  2. use fontes que consomem menos energia para serem lidas: Times New Roman, Arial e Courier;
  3. tenha um manual de design e mantenha as mesmas fontes e cores em todo o website;
  4. opte por cores que consomem menos energia, por exemplo, o azul é uma das cores que mais consome energia em uma página da web.

Ou seja, é possível ser sustentável e tecnológico com as escolhas certas. 

10. Web Stories para Dominar o Google Discover

Para fechar com chave de ouro, a palestra do nosso ilustre CSO, Felipe Bazon, que mostrou um case de sucesso da Hedgehog Digital Brasil usando a intenção de busca para dominar o Google Discover por meio dos web stories.

Bazon mostrou que com o Google Discover a intenção de busca se tornou um fator de ranqueamento ainda mais importante e que para oferecer aquilo que o usuário está buscando não é necessário um artigo de 5 mil palavras, mas um conteúdo interativo que resolva de forma rápida a dúvida do usuário. Por isso os web stories provaram ser a ferramenta ideal para dominar esse novo nicho da SERP, e a dica final que também é atemporal é: constância e consistência.

Ficou curioso e quer colocar esse insight em prática? Confira a palestra completa!

O que você achou dos nossos insights do BrightonSEO 2022? Para saber ainda mais sobre Search Intent, tema da palestra do nosso CMO no evento, veja Como a busca influencia o dia a dia do brasileiro.

Compartilhe esta postagem
<i class="fab fa-facebook" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no facebook
<i class="fab fa-linkedin" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no linkedin
<i class="fab fa-twitter" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no twitter
<i class="fas fa-envelope" aria-hidden="true"></i> Compartilhar no email

Sobre o Autor...

Anna

Anna

Anna Carolina Amaral é formada em Jornalismo, mas sempre teve interesse no mercado de consumo, por isso encontrou no marketing de conteúdo a sintonia perfeita entre paixão e profissão. Especialista em marketing de conteúdo e SEO trabalha com afinco para posicionar clientes na primeira página do Google!

Assine nossa newsletter hoje!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas

Tendências de SEO para 2022

Tendências de SEO para 2022

Você já planejou as suas estratégias de marketing digital para este ano? Topical Authority, E.A.T., Digital PR e muito mais: saiba agora quais são as

Quero receber novidades

As informações que você forneceu neste formulário permitirão que Hedgehog ocasionalmente entre em contato com você por e-mail sobre quaisquer produtos e serviços relacionados, como novos relatórios, recursos e conteúdo relevante de todo o nosso blog. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para obter informações sobre como cancelar a assinatura, bem como nossas práticas de privacidade e compromisso com a proteção de sua privacidade, consulte nossa política de privacidade.