Hedgehog SEO News Episódio 33: I See Core Web Vitals

Bem-vindos a mais uma Hedgehog SEO News!

E o título é “I See Core Web Vitals”. Quem se lembra daquela cena clássica do menininho no filme Sexto Sentido, com Bruce Willis? “I see dead people”…

gif do momento em que o personagem principal do filme sexto sentido diz que vê pessoas mortas para fazer uma alusão a core web vitals

A ideia é essa, pois Core Web Vitals já nesse ano de 2021 é um dos tópicos mais falados em SEO. Por quê? 

Vamos começar com as notícias

Ainda está em beta, mas o Google planeja exibir, junto de seu snippet, um ícone pra dizer se o seu site atende os pré-requisitos dos Core Web Vitals.

Pode ser um ícone do lado do seu URL, mas tá em teste e não é certeza. Eu vi alguns comentários no Twitter da Izzi Smith e outros SEOs comentando, além do próprio SEO Roundtable que reportou isso.

imagem de tweet da izzi questionando sobre o page experience

Continuando com os Core Web Vitals

O Google Chrome 88 agora já reporta também na análise de performance, no Chrome Dev Tools, os dados do Core Web Vitals. Tem uma faixa dedicada à performance, aos elementos do Core Web Vitals.

Se você já atualizou seu Chrome – e eu acabei de fazer isso e já comecei a fazer uns testes – você tem que habilitar na aba Performance os Core Web Vitals junto do Memory e do Cash e por pra rodar. Demora um pouquinho, beleza?!

Quem está familiarizado com os elementos do Chrome Dev Tools, onde mostra como ele está carregando cada elemento, tem uma faixinha dedicada aos Core Web Vitals e aparece em verde se a página já endereça o FCP, CRC… e todas aquelas siglas.

Quem quiser saber um pouco mais, temos o Guia Fundamental dos Core Web Vitals, publicado no fim do ano passado por nós. Ali tem dicas de como usar, monitorar no Google Analytics, o que é bem legal. 

Falando em análises automáticas e coleta de dados 

O Richard Fergie publicou um artigo no Search Engine Land compartilhando um scritp em python usando Jupyter notebook para automatizar a extração dos CWV das páginas de um site usando o Google Analytics como fonte.

De uma maneira bem simplificada, Jupyter Notebooks é como se fosse um editor pra você trabalhar seus scritp in title.

É onde você faz a sua programação. Pensa nele como Dreamweaver e outros programas em que você pode editar o código.

imagem de como organizar o processo de core web vitals

Serve pra isso porque vem com predefinições que ajudam quem tá começando com python a ter uma boa base.

E pra fechar a sessão Core Web Vitals

O Google disponibilizou, no suporte do Webmasters, uma página inteira de dúvidas frequentes sobre o assunto.

São várias perguntas que vão desde “o que são Core Web Vitals”, “quais são os Core Web Vitals” até perguntas do tipo “e se eu utilizar AMP, as minhas páginas já terão os pré-requisitos dos Core Web Vitals”, “e se for em PWA”. Pra essas complexas, a resposta do Google é, pra variar: depende!

Viciado na SERP

Eu vivo monitorando a SERP e testando algumas mudanças e nessa semana tivemos duas novidades.

Uma delas, que ainda não vi pois não está disponível no Brasil, é a mudança de preço. O Google vai passar a exibir ofertas na SERP.

Mas para isso você precisa atualizar seus dados estruturados pra mostrar que houve uma mudança de preço e com a tag “offer”. 

É uma ótima estratégia pra melhorar o CTR de páginas de produtos. Principalmente no e-commerce, que é um mercado super competitivo e o preço é uma coisa que faz muita diferença. 

Com a redução de preço, os dados de envio (que citamos na News anterior), as avaliações de comentários + FAQ, dá pra criar um snippet bombado pro produto que vai atrair o consumidor e consequentemente melhorar o CTR. 

Além disso, você já deve ter visto que tanto na SERP mobile quanto desktop o Google vem exibindo vídeos do YouTube num carrossel ou num bloco de vídeos. 

Agora, dá pra ver um preview desses vídeos quando você passa o mouse em cima ou conforme você navega no mobile. 

Alguns dizem que esse é um movimento do Google pra tentar reter os usuários, mas eu acho que não, porque você acaba clicando pra ver o vídeo. 

Bom, e agora em março, o Google diz que haverá o roll out do Mobile First Index. Todas as trilhões de páginas que o Google possui estarão no Mobile First Index. Ou seja, o Google só vai rastreá-las novamente com o Googlebot smartphone.

E nas últimas semanas a SERP mobile passou por um facelift com mudanças de layout, uma modernização… tudo a caminho desse mundo mobile first que a gente vive. 

Se você notou alguma mudança, faz um comentário aí! Entra na nossa discussão e vamos trocar ideias sobre as novidades. 

Leite condensado

Acho que o termo mais buscado no Brasil nessa semana foi…leite condensado. Até o Google Trends teve um pico!

Fui fazer uma pesquisa sobre isso e ela mostrou a SERP totalmente mudada!

Empresas como Nestlé, Piracanjuba, Itambé, que eram as primeiras colocadas para o termo desapareceram da SERP.

A primeira página foi dominada por carrossel de notícias e por notícias dos gastos, entrevistas sobre o assunto.

imagem da serp do google com o resultado da busca para "leite condensado" na época do boom governamental

Um dia depois eu já percebi que começou a mudar: já vi a Nestlé voltando pra 5ª posição, Piracanjuba indo pra 9ª…

imagem da serp mostrando que para a busca, a principal busca para leite condensado aparece o presidente Jair Bolsonaro e nao o produto em si

O que isso mostra? o poder da intenção de busca!

O Google entendeu rapidamente que pessoas que estavam buscando por leite condensado não queriam o produto e sim saber notícias sobre quanto foi gasto em todo esse frenesi.

As pessoas não estavam interessadas pelo que estava na primeira página. 

Tudo isso nós falamos aqui há muito tempo e é válido você dar uma olhada no nosso Guia Fundamental da Intenção de Busca, que é a essência do SEO moderno, como disse meu parceiro Leandrinho Vieira!

É isso pessoal, até a próxima HHG SEO News, seja aqui no blog ou lá no nosso canal!



Compartilhe esta postagem
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Sobre o Autor...

Assine nossa newsletter hoje!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas

Quero receber novidades

As informações que você forneceu neste formulário permitirão que Hedgehog ocasionalmente entre em contato com você por e-mail sobre quaisquer produtos e serviços relacionados, como novos relatórios, recursos e conteúdo relevante de todo o nosso blog. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para obter informações sobre como cancelar a assinatura, bem como nossas práticas de privacidade e compromisso com a proteção de sua privacidade, consulte nossa política de privacidade.